"O GORDINHA ficou doida" NAO E UM FAT PRIDE BLOG!Texto explicado e editado.

Sob o risco de ver meu numero de seguidoras "despencar",
eu preciso esclarecer uma coisa,que para mim e bem seria.

*despencar nao pq elas sao fat pride,mas pela postura talvez "antipatica".

 "A GORDINHA FICOU DOIDA"

NAO E E JAMAIS SERA UM FAT PRIDE BLOG.

PRONTO FALEI.

Eu ja tinha dito isso antes,e mesmo sabendo que muitas seguidoras irao embora,
que a antipatia pela minha pessoa blogsfera afora vai aumentar e que eu corro
grandississimo risco de ser muitissimo mal interpretada,
nao posso deixar "o barco correr"da forma que ele vem se apresentando.

Sim eu sei que essa semana,escrevi e publiquei um texto forte,dando uma bronca
 na minha querida revista Claudia.

Meu post foi "retransmitido" no blog  "Beleza Sem Tamanho" e  no " BONITETE".

O texto tomou uma "proporcao",que me da um certo receio.
Pois eu NAO sou FAT PRIDE.

*proporcao:comentario de 3 leitoras,suficiente bastante, para incomodar a minha consciencia.

Porque?Porque nao ha o menor ORGULHO EM SER GORDO.

Editando:

EU NAO TENHO O MENOR ORGULHO EM ESTAR GORDA DESSE JEITO.

Duas coisas:

vertentes geneticas:
gordos,magros,altos baixos,cabelo crespo,cabelo liso.

Gente imagina:eu tenho orgulho em ter cabelo castanho.
Viva o cabelo castanho?
Ser ou nao gordo em alguns casos e mera caracteristica genetica.

Gordos (por opcao)-parentese maior ainda.
Uma semana,atras escrevi um texto onde se lia:"gorda por opcao".
E nem de longe isso significa que eu me orgulho de ser gorda.

O que eu nao quero e me apoderar da figura da gorda "coitada",discriminada.
Me revoltar e transformar isso em orgulho de vida!Em uma bandeira!

 Quando eu escrevo "gorda por opcao", e porque eu nao posso ser cretina,
do tipo "eu nao como nada".
Eu como 1 kg de BOMBONS OURO BRANCO POR SEMANA.
E nao faco exercicio.Faca as contas!
Isso,e o meu "gorda por opcao". Nao que ser gorda,seja meu motivo de orgulho.

Eu nao posso ficar aqui sentadinha,vendo um monte de gente seguir o blog,
sem saber disso.
Eu nao posso mentir para as pessoas que me leem.Eu nao quero isso.
Eu nao quero ninguem me apoiando como seguidora pelo motivo errado.
Nao importa se 3 ou 3 milhoes.
Eu nao quero e nao posso, dizer para voce, que sou mais feliz comigo mesma assim....


Do que quando eu tinha   e esse corpo aqui:
Ou assim.....
A verdade e que:
NAO.EU NAO SOU DO TIME DO ORGULHO GORDO.
NAO SOU "FAT PRIDE".

EU luto para que as pessoas tenham orgulho delas mesmas.
Ser gordo ou estar gordo,seja la pelo motivo que for,e como se a vida te desse
 uma tonelada de limoes...e a gente faz mousse,suco,geleia...
Eu sou gorda.Eu estou gorda.
E isso nao pode ser desculpa,limitador, nem bandeira.
E apenas uma caracteristica fisica.

Tenha orgulho de ser quem voce e.
Tenha orgulho de ter auto estima,mesmo que ela nao faca parte de um padrao.
Tenha orgulho das pessoas que voce cativa todo dia,nessa midia social chamada blog
 ou na vida real.
Cativa pela verdade,pela sinceridade,pela honestidade das informacoes prestadas.
Pelo talento,pela dedicacao,pelo carinho,pelo bom humor.SENDO VOCE.

POR SER QUEM VOCE E.

Se ame o maximo que der.Se aceite o maximo que der.
Ninguem e perfeito.
Num entra nessa de "gueto" nao.Voce e muito maior que isso.
Eu respeito e muito quem e "FAT PRIDE".
So queria deixar claro que eu nao sou.

Para amanha,vc acordar e ler aqui :"TITIA FOI FICAR 4 MESES NO SPA."

E nao falar:"-Mas o que....?Entao era mentira,ela mentiu para nos"
Eu nao posso me orgulhar de ter menos saude.
De nao conseguir andar 200 m sem me cansar.
Eu nao posso me orgulhar da minha instabilidade emocional,
que me faz trazer o prazer que deveria estar dividido com outras areas
da minha vida para os doces.
Isso nao tem nada haver com beleza,com padroes e com estetica.

Mas tambem me faz dizer,nao esta perfeito,mas estou viva!
 E tentar viver da melhor forma possivel.
Me maquiando melhor,me cuidando melhor,me vestindo melhor.
E brigando sim para dizer que existimos,que consumimos
 e que queremos espaco.
Nao um espaco por ser gorda.
Um espaco por ser pessoa e merecer me ver retratada e atendida pela midia e pela moda.
Tenha eu o tamanho,a idade,a cor que eu tiver.

O "A gordinha ficou doida" e um blog de opiniao,cosmeticos,consumo.
 Feito por uma pessoa que e gorda.
 E nao por alguem que escreve um blog pq ser gorda.
 Eu escreveria ele de qualquer forma.

Talvez se chamasse: "Nega Maluca","A pretinha desbotada",
"A magrela pirada" sei la.....
Ele tem esse nome de tanto uma querida amiga,ERIKA PINHEIRO
 me chamar de doida!
E de todo mundo me chamar de gordinha!
Simples e carinhosamente assim!
Just that.
Entao,minhas 430 seguidoras,essa e a real e esse e o DIA DO FICO:
Blog "A Gordinha ficou doida": ame a ou deixe a.

Eita que o indice de rejeicao agora vai estourar!!!Ultra Piada interna...
(bj para Vivi)

To pronta.Desce a lenha que eu respondo.

  • RSS

19 comentários:

kalli disse...

Oi Glorinha,

Te sigo ah tempossssss e sei bem que vc não é nenhuma militante do movimento FAT PRIDE, concordo com o que vc diz essa é sua realidade é o seu modo de pensar e vc foi muitooooooo sincera em deixar isso claro por que acredito que deve ter aparecido alguns seguidores a mais aqui né?

Mais em algumas palavras do texto me senti meio desconfortável sim mais nada que me faça deixar de seguir vc e babar nas suas makes que um ia eu poderei $$$ ter hahhaa.

Já no final do texto vc diz que respeita quem é Fat Pride e é só isso que quero não só de vc mais de todos que não entram na onda mais que respeitem isso nos ajuda mais do que vcs imaginam.

Aos seus olhos pode não ter sentido esse militarismos, pois vc sabe lidar bem com quem vc é indepedente do seu peso.

Mais eu apesar de novinha [cof cof cof nem tanto hahaha já são 26] estou no meio virtual Fat Pride já faz quase 10 anos e posso dizer que muita coisa mudou graças as nossa existência e que teve muita gordinha deprimida que se descobriu após achar pessoas que estimulam a Beleza em Todos os Tamanhos.

Glorinha.Lima disse...

Linda
A sua ultima frase resume tudo:
beleza em todos os tamanhos.
Reconheco a iomportancia do FAT PRIDE, mas nao posso deixar ninguem seguir o blog por uma causa que eu nao sigo.
O que nunca quis dizer que nao tem importancia ou que nao tem motivo de existir.Cada um tem seu motivo.

Mas nao e a minha a minha e ser quem voce e ser feliz,queiram os outros,a midia,a imprensa,a moda ou nao.
Particularmente,pq acho que o interesse das empresas,em grande maioria,nao e humanitario nem pessoal.
E um nicho de mercado que paga.
E paga bem quando e recebido e entendido.
E que para mim,so faria sentido ser FAT PRIDE se isso fosse a minha verdade,para o resto da vida.
Fosse mais que uma caracteristica fisica,fosse de alma.E eu nao sinto
isso na minha vida.
Em tempo:meu namorado e gordo,do tipo desde sempre e ate o fim da vida.FAT PRIDE. RSRSRSRS

Ana Paula disse...

Olá,
Sigo o seu blog há tempos e quero parabenizá-la pela coragem, atitude e honestidade.
Já tive problemas de peso (aliás, tenho, nasci de regime, rsrsrs) e sei como isso pode incomodar, por mais que as pessoas falem em aceitar-se.
Essa questão do peso inferniza todo mundo, ninguém sai ileso.
E nós nunca estamos satisfeitas. Acho que o importante é o que você disse mesmo: nos aceitarmos na medida do possível e tentar ser feliz no caminho.
Mas quer saber de uma coisa?
A grande diferença da sua foto atual e a foto após ela é o seu SORRISO.
Que lindo sorriso você tem!
Abraços :)

Sarah disse...

Sou viciada em blogs de moda, cosméticos e afins... passo por vários deles todos os dias e por coincidência foi o primeiro dia que vim aqui; caso você perca algumas seguidoras, pelo menos irás ganhar outras - como eu - que fica feliz e apoia a sinceridade e a coragem de colocar a cara a tapa como fizeste.

Renata Oliveira disse...

Olha tbm não estou dentro dos padrões,mas estou como eu me deixo estar,qndo engravidei,surtei pois empre briguei com a balança,mas depois vi q era p/ o bem de outra pessoa,ja emagreci tudo,porem meu corpo não é mais o msm,e quer saber,meu filho é mais importante do q os 20 anos q passei brigando com a balança ato,como meus chocolates e nem penso se vou engordar pq,isso não importa,se meu marido reclamar,mando ele pastar e peço uma pensão em chocolates kkkkkkkkkkkkkkkkkkk,se vc perder seguidoras era pq nenhum deveria estar seguindo afinal,cai aki por acaso e ja dei uma olha e gostei muito

bjinhooosss

Vanessa disse...

Quem vai deixar de te seguir???
Se segura nêga! que eu não te largo de jeito nenhum!
Leio cada postagem e adooro, certo de quê tenho que ir diveiz enquando no google traduzir, mas tem nada não (a ignorancia me persegue) . Rsrsrs
:*
Te adooooro!

Vivi disse...

Coração de Bróba, agora, sim. Não tive oportunidade de falar direito sobre sua Carta Aberta pra Revista Claudia, mas aquilo, boba, não é imoral, ilegal (e nem engorda). Seja a revista famosésima, de editora big e tals, a nossa opinião é muito maior do que isso. Tanto que, não sei se vc é assinante, eu sou, e todos os meses, uns dias depois que a revista chega, recebo um email com enquete sobre a edição. E advinha se eu não falei do seu texto perfeito? Claro, que sim!

Agora, essa sua atitude de esclarecer a questão fat pride ou não, é realmente algo! Porque a gente corre riscos imensos de ser mal entendida na blogosfera. Aquela história, palavra escrita pode ser interpretada de tantas maneiras... Mas sua atitude em elucidar sua posição em relação ao assunto e deixar evidente a preocupação com as leitoras que são fat pride, em não magoálas e também não enganá-las; só me deu ainda mais certeza de uma coisa que eu já sabia: de Doida, a Gordinha não tem nada...

Tinhamú!

Renata disse...

\/ Gostei muito, muito mesmo desse seu post.

Se alguém não gostar, é porque não gosta de pessoas que sabem outras coisas, diferentes de seguir a tendência e concordar e engolir o que todo mundo diz. Suspeito que algumas pessoas não têm inteligência pra pensar por si, como você tem, e ter uma opinião diferente da que a maioria apresenta.

bjs

Lucia disse...

Adoro você. Sua sinceridade e caráter são suas marcas, independente de aspectos físicos. Ninguém é perfeito, poxa! E não nos orgulhamos disto, mas não impede que lutemos por nosso lugar ao sol, não como estereótipos, mas como seres humanos. Não rotulo ninguém e não gosto desta prática.
Bjos, e te seguindo como nunca!

Juliana disse...

Como se fosse possível deixar de te seguir e ler suas loucurinhas.

Mulher | Mãe | Muito Mais... disse...

Querida Amiga...tenho louvado a Deus por sua vida, não me importa se vc é FAT ou Pride, o que me importa é o tamanho do seus braços, bouca e ouvidos, que por inúmeros momentos soube o que dizer, como ouvir e quando abraçar. Sabemos de fato que ser gordo não é uma questão de moda e sim de saúde (eu que o diga). Não é uma simples questão de beleza que deve ser tratada em revistas ou blogs pretenciosos, mas uma (ou diversas) questões que devem ser tratadas intimamente. Inegávelmente, somos diariamente forçadas a seguir padrões anorexicos de medidas. Tentamos nos ajustar em números e tamanhos que se quer uma de nossas pernas cabem...e isso é grave. Uma geração inteira tentando ser quem não é. O que sei sobre nós, é o que verdadeiramente importa...o quanto nos amamos e que no final das contas o que realmente vale é o quanto vc usou o seu braço para dar vários abraços, sejam virtuais ou como os que me dá...bem apertados!!
Amiga eu te amo, não pelo que faz, mas pelo que é!!!

Juliana S Schick disse...

Querida Amiga...tenho louvado a Deus por sua vida, não me importa se vc é FAT ou Pride, o que me importa é o tamanho do seus braços, bouca e ouvidos, que por inúmeros momentos soube o que dizer, como ouvir e quando abraçar. Sabemos de fato que ser gordo não é uma questão de moda e sim de saúde (eu que o diga). Não é uma simples questão de beleza que deve ser tratada em revistas ou blogs pretenciosos, mas uma (ou diversas) questões que devem ser tratadas intimamente. Inegávelmente, somos diariamente forçadas a seguir padrões anorexicos de medidas. Tentamos nos ajustar em números e tamanhos que se quer uma de nossas pernas cabem...e isso é grave. Uma geração inteira tentando ser quem não é. O que sei sobre nós, é o que verdadeiramente importa...o quanto nos amamos e que no final das contas o que realmente vale é o quanto vc usou o seu braço para dar vários abraços, sejam virtuais ou como os que me dá...bem apertados!!
Amiga eu te amo, não pelo que faz, mas pelo que é!!!

Shirley Stamou - Garotas Modernas disse...

Adorei,
A gente não pode ser definida pelo tamanho, né?
bjs,

Maria Regina disse...

Olá, td bem?
É a Maria Regina (nos conhecemos no encontrinho de Jdi)...
Glória, sinceramente?
A*D*O*R*O seu blog...
Eu sou uma pessoa que consegue sim ver o interior de cada um!
Portanto, deve dizer que mulheres sendo mais gordinhas, ou magrinhas, ou altas, baixinhas, loiras, morenas e td mais, só conseguem se dar bem na vida por causa do caráter que cada uma possui!
Ok?
Portanto que Deus te abençõe, você é uma mulher muito especial e não fica assim, pessoas ´que se definem, se limitam!

Um grande abraço.

Val disse...

Glorinha, eu não te sigo, mas leio sempre! Também penso q o valor de uma pessoa não se mede por aparência, seja ela qual for. E se estar acima do peso causa constrangimento, é motivo de piada, ou discriminação , posso garantir q o contrário tb é verdadeiro!
Eu sempre fui uma Olívia Palito, aliás era um dos apelidos q tinha na escola. Na infância não me incomodava, na adolescência já não posso dizer o mesmo. Aprender a se amar, saber do valor q se tem, é o mais importante.
Bjos de uma fã "magrelinha" q NÃO É SKYNNY PRIDE, se é q existe isso!!!!

Hellen Tavares disse...

Já pensou em fazer bariátrica???


Aqui em casa várias pessoas fizeram, pai, tias, tios, primas...
E até eu mesma já pensei nisso...

deu super certo com pessoal aqui.

Qualquer coisa me manda email!

Beijos
Hellen

Danicrystal disse...

Penso exatamento do mesmo modo que vc.
O fato de eu ser gorda desde que me lembro (!) não me torna melhor ou pior do que ninguém. Gostaria que as pessoas vissem isso da mesma forma como tenho cabelos pretos mas que pinto de loiro! Sou gorda, posso engordar mais, emagrecer, ficar bombada... E o que muda em mim?
Sou gorda (sim, não estou!), assim como tenho 1,70, olhos castanhos...
Características, people! Nada de orgulho, não. E nada demais!

disse...

Então... Eu sou gordinha, e não goste DESSA caracteristica em especial e luto para mudála. Mas também luto pra que isso tenha a devida proporção na minha vida... que não defina que eu sou. No meu blog ( www.undersizeus.blogspot.com ) Como o nome sugere eu falo sobre tentar emagrecer... Mas falo principalmente sobre me amar e me respeitar e acima de tudo me aceitar. Concordo demais com oq vc diz (e pelo visto o nº de seguidores só aumentou!). Somo muito mais do que gordas e me canso de como essa suposta bandeira atribuída a quem sequer aborda o assunto é limitante...

Isa disse...

Glorinha, vou falar o que falei no Trendy: Sou gorda, mas sem orgulho de ser gorda. Mas gorda também é mulher. Mulher também é ser humano.
E é bom ter orgulho d estar viva, mesmo estando gorda.
Cobrança nunca ajuda ninguém, e ainda piora: cobrança = culpa no lombo do cobrado. Certo?
COmpartilho A MESMA SITUAÇÃO.
Bjs